Foto: Policia Civil/Divulgação

Criminosos deram um prejuízo estimado inicialmente em R$ 500 mil ao colocarem em prática um esquema de desvio de combustíveis em Esteio. Após um mês investigando a atuação do grupo, os policiais civis da Delegacia de Esteio prenderam dois homens por furto do insumo, desarticulando o golpe, que vinha sendo aplicado há pelo menos seis meses.

O esquema ocorria da seguinte forma: o caminhão era abastecido na distribuidora e o combustível levado para postos de combustíveis na região metropolitana. O golpe se dava antes da mercadoria chegar ao destino final, com o desvio de uma quantidade de combustível.

Os golpistas faziam uma parada e desviavam parte da mercadoria que era acondicionada em galões e depois distribuída clandestinamente. Os criminosos tinham um caminhão tanque. Segundo a investigação, essa era uma prática permanente. Eles desviavam uma pequena quantidade, mas com grande frequência que, no final do mês, poderia chegar a sete mil litros de combustível.

Durante as investigações, os agentes civis descobriram que os suspeitos revendiam o material para uma rede de contatos que comprava o produto. O prejuízo inicial estimado é de R$ 500 mil. “Estima-se que prejuízo para as vítimas possa ser muito maior, pois o golpe vinha sendo aplicado há pelo menos 6 meses”, afirmou a delegada Luciane Bertoletti, titular da Delegacia de Polícia de Esteio.

As investigações continuam para apurar se há participação de mais criminosos no crime. “Foi um esquema complexo desarticulado pela Polícia Civil de Esteio que causava prejuízo para a companhia fornecedora e os postos de combustíveis da região”, finalizou o diretor da 2ª Delegacia Regional de Polícia Metropolitana, delegado Mário Souza.