Foto: Paula Vinhas/Prefeitura de Canoas

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) proibiu o uso de radar escondido em todas as rodovias, avenidas e ruas do país. A regra vale para os equipamentos portáteis ou fixos, instalados a partir de novembro deste ano.

Todas as vias monitoradas deverão ter placas indicando com clareza a velocidade máxima permitida. O órgão determina ainda que as autoridades de trânsito divulguem na internet quais são os trechos fiscalizados.

Pelas novas regras, também fica proibido o uso de radares sem registrador de imagem. Já as “lombadas eletrônicas” só poderão existir em trechos críticos e que representam riscos para pedestres e ciclistas, por exemplo.