Foto: Jaime Zanatta/GBC

A Polícia Civil foi até a casa de um morador da Rua Florianópolis, no bairro Mathias Velho, em Canoas, nesta quinta-feira (24). Eles receberam uma denúncia anônima de que ele mantinha em cárcere privado e vendia animais silvestes.

No local, durante a ação da Operação Arca, 11 pássaros foram apreendidos.

O veterinário Daniel Vasconcelos, do MiniZoo de Canoas, acompanhou a apreensão. Ele relatou que as aves era mantidas presas em estado precário. A estimativa da polícia é que as aves eram vendidas entre R$ 100 e R$ 200.

Entre as aves apreendidas estão duas em extinção: bico de lacre e coleirinha. Além disso, tinham pássaros das espécies: cavalaria, cardeal, sabiá laranjeira, canário da terra e sabiá.

Os animais apreendidos pela polícia foram encaminhados para o Ibama em Porto Alegre. O homem vai responder por crime ambiental.