Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite se manifestou nesta terça-feira (20) a respeito do anúncio de que o Ministério da Saúde comprará 46 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac. Leite e os outros governadores participaram de uma reunião com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

De acordo com Leite, o governo federal vai liderar o processo de compras das vacinas, e ele espera que o Rio Grande do Sul recebe as primeiras doses ainda em janeiro de 2021.

“Seja do Instituto Butantã ou a de Oxford para garantir, dentro do Programa Nacional de Imunização, as vacinas serão para todos os Estados”, afirmou Leite em vídeo gravado no Twitter.

O governador ressaltou que comprar as vacinas e torna-las disponíveis para a população não será um processo simples, por isso que é importante que o governo federal centralize. “Por isso, especialistas estão se reunindo com o ministério neste momento para, em seguida, todo um estudo epidemiológico seja feito. E, em novembro e dezembro, seja apresentado um plano e uma estratégia de imunização da população que deve começar no mês de janeiro”, afirma.

De acordo com Leite, a partir desse momento o Estado passa a se preparar para a chegada da vacina. Ele anunciou que iniciarão as compras de seringas, agulhas e todos os materiais necessários para vacinação. Além de começar a pesquisa de lugares adequados para armazenar os imunizantes.