Foto: redes sociais

Milena Borges Alves, 43 anos, mulher do homem espancado até a morte no Carrefour, na noite da última quinta-feira (19), informou que tentou socorrer o marido, porém os seguranças não permitiram.

“Eu estava pagando no caixa, daí ele desceu na minha frente, quando eu cheguei lá embaixo ele já estava imobilizado. Ele pediu ‘Milena, me ajuda’, quando eu fui, os seguranças me empurraram”, disse em entrevista à Radio Gaúcha na manhã desta sexta-feira (20).

João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, estava fazendo compras com Milena, quando teria feito um gesto para a caixa do mercado. A moça chamou o segurança e João foi levado ao estacionamento do hipermercado, onde as agressões começaram.

A esposa conta que João foi uma pessoa brincalhona e que sempre estava debochando.