O vereador Paulo Ritter (PT) foi detido pela Brigada Militar por desobediência, na frente da Escola Estadual de Ensino Fundamental Augusto Severo, bairro Niterói, em Canoas, na tarde deste domingo (29). O assessor dele também foi detido.

Segundo a Brigada Militar, dois policiais abordaram um homem que estava usando adesivos do Jairo Jorge, em situação suspeita de Boca de Urna. Ele não quis se identificar para o policial que pediu reforço ao colega, quando chegou o vereador dizendo que era a “autoridade” do local e era para os policiais soltarem a pessoa.

De acordo com a polícia o vereador se pôs entre os policiais e seu assessor e mandou soltá-lo e fazendo comentários sobre os brigadianos dando a entender que os prejudicaria. Ambos foram detidos por desobediência. Eles assinaram o termo circunstanciável e foram liberados