Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou nesta quinta-feira (10) a Operação Tentáculos. O objetivo é combater os crimes de homicídios, tráfico de drogas e organização criminosa na cidade de Rio Pardo, no Interior do Estado.

Estão sendo cumpridas 74 ordens judiciais entre mandados de prisão, apreensão de menores, medidas cautelares e busca e apreensão nas cidades de Rio Pardo, Santa Cruz do Sul, Ijuí, Charqueadas e Canoas. Esse grupo é acusado de, pelo menos, 10 homicídios dos 21 que aconteceram em Rio Pardo. A suspeita da investigação é que, por exemplo, os criminosos saiam da Região Metropolitana para cometer o crime por lá. Até agora, 56 pessoas foram identificadas participando dos crimes, com funções que variam de traficante, transportador, segurança, informante e matador.

As investigações tiveram início em março e já foram realizadas seis prisões, em ações conjuntas com a Brigada Militar. Da mesma forma, já foram apreendidos 5 kg de maconha,  1 kg de cocaína e 2 kg de crack, além de R$ 5mil e 08 veículos apreendidos. Ainda, ao longo das investigações foram apreendidas 5 armas de fogo e munições do grupo.

As diligências apontaram que o líder da Organização investigada está recolhido junto ao sistema prisional, atualmente em Ijuí. De lá, ele comanda os crimes de tráfico e homicídios.  

Em uma das residências pertencentes ao grupo, ao menos três pessoas foram mortas, incluindo um motorista de aplicativo de Cruz Alta que foi levado até Rio Pardo para ser assassinado.

Ainda não há informações sobre presos.