Foto: Sérgio Guimarães/reprodução

A Polícia Civil chegou à conclusão de que o casal que sequestrou a menina de 4 anos em Santa Catarina, cometeu o crime para algo pior, produção de Pornografia Infantil.

A menina foi sequestrada no dia 18 deste mês em Palhoça. A mãe da criança chegou a ser agredida na tentativa de proteger a filha. A revelação da motivação do crime ocorreu na manhã desta quarta-feira (30).

Segundo o titular da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Palhoça, delegado Fábio Pereira o casal abusava sexualmente de crianças. “Esse casal se aproximava de famílias. Eles procuravam redes sociais que fazem assistência social às famílias carentes com a intenção de se aproximar delas, dando cesta básica, passeios e presentes para as crianças. Eles ganhavam a confiança das famílias e os pais deixavam depois as crianças passarem até mais de um mês na casa do casal”, detalhou.

De acordo com Pereira, a menina não chegou a ser abusada sexualmente e nem ter fotos de cunho sexual, pois a polícia achou o cativeiro do casal dois dias depois do sequestro e, segundo ele, não tiveram tempo para abusar da menina.