Foto: Matheus Tomaz/Prefeitura de Canoas/Divulgação

A Prefeitura de Canoas divulgou que desde a noite da última sexta-feira (19), a UPA Boqueirão, no bairro Guajuviras, conta com um reforço importante no atendimento aos pacientes que apresentam problemas respiratórios e precisam de suporte de oxigênio. Foi instalado no local um tanque de oxigênio com capacidade de três mil litros. A ação é uma medida preventiva devido ao aumento do consumo de oxigênio para terapia de pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG).

De acordo com a prefeitura, a capacidade de armazenamento do equipamento tranquiliza a operação da unidade. Até então, o fornecimento ocorria via cilindros de oxigênio, que precisavam ser trocados ao longo do dia, segundo a diretora administrativa da UPA Boqueirão, Luciana Feldens. Com a instalação do tanque, o oxigênio será canalizado por toda a estrutura da unidade.

A Secretaria Municipal da Saúde planeja a instalação de um tanque também na UPA Rio Branco. “É importante frisar que não temos problema de fornecimento e abastecimento de oxigênio nas unidades de pronto atendimento”, afirma a diretora de Regulação, Controle, Avaliação e Auditoria, Michele Feltrin.

O oxigênio é utilizado no auxílio da respiração de pacientes, nebulização, casos de intubação e no tratamento de doenças respiratórias. Com isso, o paciente pode ficar mais de 24 horas na unidade, caso haja a necessidade.