Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Em live realizada no final da tarde desta quinta-feira (25), o Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou mesmo que o mapa do distanciamento controlado seja divulgado na próxima sexta-feira (26), o quadro sugere que todo o Rio Grande do Sul seja classificado como bandeira preta.

De acordo com Leite, uma pesquisa realizada pela EpiCovid aponta que 60% dos pacientes que são internados na UTI, não voltam com vida. “Não há a possibilidade de expansão infinita de leitos nos hospitais. Se houvesse, mesmo assim, não conseguiríamos salvar todas as vidas”, explica.

Segundo Leite, o decreto de abertura do comércio continua o mesmo, não podem continuar trabalhando das 20 horas às 5 horas.

Suspenso sistema de Cogestão

Eduardo Leite, anunciou que está suspenso o sistema de cogestão no Estado. Segundo o Governador, a partir do próximo sábado as cidades terão de respeitar as regras impostas de acordo com a cor da bandeira de classificação e a decisão vai até o dia 7 de março.

“Vamos suspender o máximo de atividades possível. Não adianta o governador assinar o decreto se não houver a colaboração de todos”, explica Leite.

Essa decisão foi tomada durante a reunião com a Famurs e segundo o Governador, o Estado respeita a opinião das prefeituras, porém precisa de união. “Não é o decreto do Estado que resolve, é o comprometimento de todos”, coloca Leite.