Foto: Redes Sociais/Reprodução

Policiais do 31° Batalhão de Polícia Militar (31° BPM) prenderam José Ricardo Coutinho da Silva de 49 anos. Ele é o criminoso acusado de esquartejar e matar Gabriela Lima Santana de 21 anos, em um condomínio residencial no bairro Rio Branco, em Canoas.

Leia mais notícias de Canoas

Conforme informações apuradas pela reportagem de Agência GBC, José estava no bairro Mate Doce em Barra do Ribeiro, cidade distante 68km de Canoas, no final da tarde da última quinta-feira (13). Os policiais faziam patrulhamento de rotina, quando desconfiaram dele e fizeram a abordagem. O criminoso apresentou uma identidade falsa, mas não conseguir fugir da prisão.

Após ser capturado, José foi levado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Camaquã. Ele deve ser trazido para Canoas nas próximas horas.

O crime

Gabriela Lima Santana de 21 anos foi esquartejada dentro de um apartamento no residencial Arlindo Krentz, no bairro Rio Branco, em Canoas. A morte dela foi gravada e compartilhada nas redes sociais. O crime ocorreu em fevereiro. A motivação, de acordo com a investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), é o tráfico de drogas. Sem antecedentes criminais, Gabriela veio de Capão de Canoa e passou a integrar duas facções criminosas. Ela levava informações de uma para outra e vice-versa.

Nas imagens obtidas pelos agentes de investigação da DHPP, José Ricardo Coutinho da Silva de 49 anos, aparece ao lado do corpo da vítima, dentro do banheiro do apartamento. Ele segura uma faca e sorri. Roger, que já está preso e tem antecedentes criminais por tráfico de drogas, gravou todo o crime.

Na mala

O corpo dela foi encontrado dentro de uma mala em um valão nas margens da BR-448, cerca de 300 metros do condomínio em que ela foi brutalmente assassinada. A mala foi encontrada por funcionários da prefeitura que acionaram a Brigada Militar (BM).

Agora, a Polícia Civil busca José que segue foragido. A operação Gota D’Água deflagrada junto com a Brigada Militar (BM), no residencial, buscou os participantes do crime. Duas pessoas acabaram presas. Uma delas tentou fugir dos policiais por ser foragido.