Foto: Procon Canoas/Divulgação

Siga a Agência GBC no Instagram

A Unidade de Fiscalização do Procon Canoas, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Civil, fiscalizou postos de combustíveis denunciados pela antecipação dos preços aplicados a partir do anúncio de reajuste feito pelo Governo Federal.

A Petrobras anunciou o aumento dos preços a partir do dia 11 de março. Porém, alguns estabelecimentos anteciparam o aumento, sem ao menos terem comprado o produto mais caro.

Diante das denúncias recebidas, o Procon Canoas percorreu a cidade e notificou oito postos com preços reajustados. Os mesmos foram notificados a prestar esclarecimentos, munidos de notas fiscais de compra e venda de combustíveis. “Após a apresentação desta documentação solicitada, que será analisada, quem tiver aumentado sem justificativa, será multado”, explica a diretora do Procon Canoas, Taís Marques.

Em casos de denúncias dos preços abusivos em postos de gasolina, os consumidores podem entrar em contato com o Procon Canoas. A comunicação pode ser feita por mensagens de Whatsapp (51) 99149.0991.