Motorista de aplicativo vai parar na delegacia após não entregar 800 salgadinhos em Canoas | Agência GBC
31 C
Canoas
30 de janeiro de 2023

Motorista de aplicativo vai parar na delegacia após não entregar 800 salgadinhos em Canoas

A condutora foi reconhecida pela confeiteira

CLIQUE AQUI e receba as notícias de Agência GBC no WhatsApp

Uma confraternização de final de ano acabou na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Canoas na noite desta segunda-feira (5). Uma motorista de aplicativo foi conduzida após não entregar 800 salgadinhos.

Conforme relato da empresária Camila da Silva, ela chamou uma viagem por um aplicativo de transportes para buscar a encomenda. “A Lisi me avisou que tinha colocado o pedido no veículo. Pouco tempo depois, vi que a motorista tinha encerrado a corrida em frente ao Park Shopping”, comenta.

Com a corrida encerrada, Camila rapidamente acionou a Brigada Militar (BM) que encontrou a motorista em uma residência do bairro Nossa Senhora das Graças. Na delegacia, ela negou que tenha encerrado a corrida e transportado os salgadinhos.

Porém, a condutora foi reconhecida pela confeiteira, Lisiane Oliveira. “Eu coloquei o produto no carro e avisei a Camila. É a primeira vez que isso me acontece em sete anos. Passei a pandemia entregando via aplicativo e nunca deu problema”, conta.

A motorista de aplicativo vai responder por apropriação indébita. Ela foi liberada após prestar depoimento.

Sem suporte

Camila chegou a acionar o suporte do UBER – aplicativo que ela chamou a corrida –, mas não obteve resposta. Procurada, a empresa também não foi encontrada pela reportagem.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!