19.4 C
Canoas
23 de junho de 2024

CANOAS: Esquadrão Pampa alcança marca de 100 mil horas de voo em aeronaves de caça F-5

O voo histórico ocorreu com cinco aeronaves e contou com a presença do Comandante do Quinto Comando Aéreo Regional (V COMAR), Major-Brigadeiro do Ar Vincent Dang.

CLIQUE AQUI para receber as notícias pelo WhatsApp

O Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação (1º/14º GAV), Esquadrão Pampa, atingiu, na última segunda-feira (18), um feito excepcional na Aviação Militar: 100 mil horas de voo em aeronaves F-5 da Força Aérea Brasileira (FAB). Este marco é uma evidência do compromisso e da dedicação do efetivo do Esquadrão Pampa a serviço do Brasil.

O Esquadrão Pampa é uma Unidade de Caça que contribui com a manutenção da soberania do Espaço Aéreo brasileiro. Localizado na Base Aérea de Canoas (BACO), no estado do Rio Grande do Sul, o Esquadrão operou diversas aeronaves de caça ao longo de sua história, incluindo o atual F-5M, uma versão modernizada do caça F-5 Tiger II.

O voo histórico ocorreu com cinco aeronaves e contou com a presença do Comandante do Quinto Comando Aéreo Regional (V COMAR), Major-Brigadeiro do Ar Vincent Dang.

No exato momento em que se completaram, em voo, as 100 mil horas de F-5 do Esquadrão Pampa, o Comandante do 1º/14º GAV, Tenente-Coronel Aviador André Navarro de Lima Guimarães, comunicou via rádio. “Neste momento, o Esquadrão Pampa atinge a notável marca de 100 mil horas voadas em aeronaves F-5. Este feito ímpar foi possível graças ao esforço e dedicação de todos, pilotos, mantenedores, controladores e apoio administrativo, de ontem e de hoje, que, com seu trabalho, muitas vezes silencioso, fizeram e fazem deste Esquadrão o que ele é. E que venham muitas mais horas voadas pelo 1º/14º GAV. À Caça! Pampa!”, declarou.

Homenagem
Após o pouso, os pilotos foram recebidos pelo Comandante da BACO, Tenente-Coronel Aviador Thiago Romanelli Rodrigues; pelo efetivo do Esquadrão Pampa; por familiares; pela Banda de Música da BACO e por admiradores da aviação.

Durante a recepção, o Major-Brigadeiro do Ar Dang expressou sua alegria. “Gostaria, primeiramente, de agradecer ao Tenente-Coronel Aviador Navarro por ter me concedido a oportunidade ímpar de, após vinte cinco anos do meu último voo de F-5, retornar ao cockpit deste caça fantástico. Isto me trouxe uma oxigenação e um rejuvenescimento que, para mim, não tem preço. Ainda mais considerando essa situação especial, um feito histórico para o 1°/14° Grupo de Aviação, quando atingiu a marca expressiva de 100 mil horas de F-5, que deve ser dedicada a todos os integrantes desta Unidade Aérea, de ontem e de hoje, Oficiais, Graduados e Praças, os quais contribuíram para a consecução deste momento”, destacou.

Dando continuidade à programação comemorativa, o monumento das 100 mil horas de F-5 do Esquadrão Pampa foi inaugurado pelos Comandantes do V COMAR, da BACO e do 1º/14º GAV, marcando o momento na história da FAB.

*Com informações da Força Aérea Brasileira

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!