12.8 C
Canoas
18 de julho de 2024

Saiba qual telefone para pedir ajuda em caso de chuvas intensas em Canoas

O serviço é destinado a pessoas que necessitem de resgate em áreas com risco de alagamento

A Prefeitura de Canoas anunciou a disponibilização de um número de WhatsApp para emergências decorrentes da forte chuva que atingirá a cidade a partir deste sábado (15). O serviço acessado pelo número (51) 3230-2000 é destinado a pessoas que necessitem de resgate em áreas com risco de alagamento, proporcionando uma resposta rápida e eficiente às situações de perigo.

A medida busca garantir a segurança dos moradores e minimizar os impactos causados pelo grande volume de chuva previsto para os próximos dias.

Prefeitura de Canoas pede que moradores evacuem áreas de alagamentos

Na última quinta-feira (13), a Prefeitura de Canoas emitiu alertas de evacuação. A chuva, que começou a atingir o Rio Grande do Sul pela Região Sul do Estado na sexta-feira (14), deve ter seu ponto mais crítico no próximo domingo (16). O prefeito Jairo Jorge destacou que o maior risco atual para a cidade são os alagamentos, apesar dos níveis baixos dos rios.

Em entrevista coletiva, o prefeito recomendou que os moradores do lado Oeste de Canoas deixem suas residências como forma de precaução. Essa região composta pelos bairros Mathias Velho, Fátima, Rio Branco, São Luís, Harmonia, Cinco Colônias e Mato Grande foi totalmente atingida pela enchente do mês de maio. O prefeito enfatizou a importância da segurança e pediu que todos sigam as orientações.

Além disso, a Prefeitura de Canoas aconselha que pessoas em áreas com histórico de alagamentos também deixem suas casas. As áreas da cidade sem histórico de alagamentos não correm risco iminente.

A prefeitura afirma que monitora a situação e emitirá atualizações conforme necessário. A população deve permanecer atenta às comunicações oficiais para garantir sua segurança durante este período de chuvas intensas.

Essas medidas visam proteger os cidadãos e minimizar os impactos das fortes chuvas que atingem a região.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!