FOTO: Polícia Civil/Divulgação

FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Os agentes da Polícia Civil entraram em greve nesta segunda-feira (6) por conta do atraso no pagamento dos salários. Conforme o Ugeirm Sindicato, a paralisação só vai terminar quando os vencimentos de toda a categoria forem quitados.

Esse é o segundo mês que os agentes paralisam as atividades por causa do parcelamento dos salários. Em outubro, a manifestação durou entre os dias 5 e 13.

Em nota, o sindicato detalha que todos os casos de urgência e emergência serão atendidos e alerta para a possibilidade de não haver circulação de viaturas. Mandados de prisão, operações e ações policiais, serviço cartório, entrega de intimações, oitivas, remessas de inquéritos ao Judiciário não serão realizados.

As Delegacias de Pronto Atendimento somente atenderão os flagrantes e casos graves como latrocínios, homicídios, estupros, ocorrências envolvendo crianças, adolescentes e idosos e Lei Maria da Penha.