FOTO: Edgar Vaz/Rádio Caxias

FOTO: Edgar Vaz/Rádio Caxias

Da redação | A casa onde morava Juliano Vieira Pimentel de Souza de 31 anos foi totalmente desocupada na última quinta-feira (22). Ele é o principal suspeito de estuprar e matar, Naiara Soares Gomes de sete anos.

Populares ainda não identificados, tentaram atear fogo na residência que fica na Rua Armindo Luiz Rech, no bairro Serrano, em Caxias do Sul. As chamas foram rapidamente controladas pela vizinhança.

Juliano pagava aluguel no local. A proprietária, Isabel Cristina Fogaça Machado, garante que a residência está vazia. Ela pede para que ninguém vá até o local para praticar atos de repúdio a ação do inquilino.

Isabel relata que foi surpreendida pelo ato de Juliano e que foi pega de surpresa pela prisão. “Se eu desconfiasse de algo, não teria alugado a casa”, finaliza.