mp rs sede caxias

Da redação* | A 4ª Promotoria de Justiça Criminal de Caxias do Sul denunciou nesta terça-feira (10) Juliano Vieira Pimentel de Souza, 31 anos, pelo estupro e homicídio de Naiara Soares Gomes, sete anos. O corpo da menina, desaparecido desde 09 de março, foi encontrado no dia 21 de março próximo à Represa do Faxinal. Ela foi vítima de estupro e acabou morta por asfixia. Após ser detido pela polícia, Juliano confessou o crime.

O entendimento do Ministério Público é que ele deverá responder pelos crimes de estupro de vulnerável, homicídio triplamente qualificado (por asfixia, com recurso que dificultou a defesa da vítima e para assegurar a impunidade de outro crime) e ocultação de cadáver.

A denúncia é assinada pelos promotores Vercilei Lino Serena e Silvia Regina Becker Pinto. O processo tramita na 1ª Vara Criminal de Caxias do Sul, sob sigilo.

Além disso, o MP também analisou preliminarmente um caso de outubro ocorrido em outubro de 2017, onde outra menina, de nove anos, teria sido vítima de estupro pelo mesmo homem. Essa outra acusação foi enviada junto com o caso Naiara. Os promotores decidiram, no entanto, devolver o caso para o juízo da 3ª Vara Criminal, porque entenderam não haver conexão entre um caso e outro, apenas que a confissão se deu em um único depoimento. Uma outra denúncia deve ser elaborada para este caso.

*Com informações do Ministério Público RS