Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Da redação | Uma operação de combate a crimes de exploração sexual de crianças foi realizada nesta quinta-feira (17) em diversos estados do País. Até o meio-dia, foram 22 pessoas presas no Rio Grande do Sul.

Nos locais alvo da força-tarefa, os agentes apreenderam computadores, discos rígidos, arquivos digitais e outros materias que remetem à pornografia infantil, em fotos e vídeos. A operação foi batida de Luz na Infância 2.

Em Canoas, um jovem foi preso com vasto material pornográfico envolvendo crianças. Foram estimadas 5,5 mil imagens armazenadas, encontradas na residência onde ele reside com os pais.

Conforme o chefe de Polícia Civil, delegado Emerson Wendt, modernas técnicas de investigação foram empregadas na operação. O trabalho de investigação durou seis meses, até chegar aos suspeitos.