FOTO: Derli Colombo Jr./Prefeitura de Canoas

Da redação* | O dia 15 de junho de 2018 vai ficar marcado para sempre na mente e nos corações de 170 famílias de Canoas. Nesta data, elas receberam as chaves dos imóveis pelas mãos de funcionários das Prefeitura de Canoas e da Caixa Econômica Federal. Muitas dessas pessoas beneficiadas viviam de aluguel, de favor em casa de parentes e amigos ou até mesmo em áreas invadidas. A partir de agora, as vidas de todos eles ganham novos horizontes e perspectivas, já que contarão com casa própria. Essas famílias foram contempladas no programa Minha Casa, Minha Vida e, já a partir de segunda-feira (18), passam a morar no Residencial Macro Quarteirão 4 (MQ4), do bairro Guajuviras.

As casas do MQ4 têm área de 48 metros quadrados e os sobrados têm 54,29, distribuídos em dois quartos, sala, cozinha e banheiro, divididos em 15 blocos. É nesse espaço que as 170 famílias agraciadas pelo programa terão a oportunidade de escrever novos capítulos de suas histórias de vida, com mais tranquilidade, conforto e segurança. Presente na cerimônia de entrega das chaves, o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, parabenizou os cidadãos e desejou “que as novas casas tragam felicidade a todos”.

Longe do frio

Entre as 170 famílias que receberam as chaves, estava a da Ana Augusta. Aos 26 anos, a mãe de quatro filhos agora terá um lugar só seu para viver. “Eu moro na Contel, num pátio com várias pessoas. É complicado ficar assim. Rezei muito para este dia chegar e hoje estou aqui, com as chaves na mão”, disse. Na casa em que moram atualmente, de madeira, há muitos buracos nas paredes, o que facilita a entrada do frio. Com as baixas temperaturas que assolam o Rio Grande do Sul neste mês de junho, os pequenos sofrem e ficam vulneráveis às doenças respiratórias, motivo de preocupação da mãe. “O vento gelado entrava pelos buracos da casa e isso me deixava angustiada. Ficava sem sono, em algumas noites, cuidando e protegendo para que meus filhos não dormissem descobertos. Agora, como a nova casa, não vamos mais ter esse problema”, contou ela aliviada.

Rose Gomes, de 38 anos, também sentiu alívio ao receber as chaves de seu sobrado. “Eu moro na casa da minha sogra há 20 anos. Foi um tempo difícil, tendo de dividir a privacidade e todos os problemas que a vida dividida tem. Agora, vamos ter nosso cantinho, seremos uma verdadeira família”, afirmou.

Prefeitura fornece serviços

Também presente na cerimônia, a vice-prefeita, Gisele Uequed, felicitou os contemplados e lembrou que o governo municipal tem feito grandes esforços para a garantia e o acesso à cidadania dos canoenses. A Prefeitura de Canoas vem realizando, há vários meses, um trabalho social com os novos moradores, abordando temas como saúde, trabalho e organização comunitária. Diversas secretarias irão apoiar a mudança e adaptação dos novos moradores do MQ4.

A Secretaria Municipal da Habitação fará a mudança daqueles que não têm condições. A Educação está realizando um levantamento para remanejar crianças, que irão morar no loteamento, matriculadas em escolas do municípios para instituições próximas ao MQ4. Já a Diretoria de Políticas para as Mulheres esteve no ato de entrega das chaves apresentando a rede de proteção às mulheres canoenses.

*Com informações da Prefeitura de Canoas