Foto: Simers/Divulgação

FOTO: Simers/Divulgação

Da redação | O Hospital Nossa Senhora das Graças pagou no final da tarde da última segunda-feira (9) os infectologistas. A categoria informou que se não recebesse o pagamento paralisaria as atividades na próxima quarta-feira (11).

Tal medida suspenderia o funcionamento do HNSG. Já que a obrigatoriedade do serviço de infectologia está prevista na Portaria número 2616/1998 do Ministério da Saúde. Por determinação legal, esse tipo de serviço é obrigatório; sem ele, nenhum hospital pode abrir as portas.

Conforme o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), há cerca de um mês, os médicos notificaram a gestão do hospital e deixaram claro: se os pagamentos não fossem regularizados até o dia 11 de julho, o contrato do serviço de infectologia do Gracinha seria rescindido.

Procurada, a administração do HNSG se pronunciou sobre o caso. Conforme o diretor administrativo financeiro, Francisco Valor de Avila, o pagamento já foi regularizado. “Não haverá paralisação e nem fechamento do hospital”, afirmou.