FOTO: Prefeitura de Novo Hamburgo/Divulgação

Da redação | Quem precisa andar de ônibus diariamente em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, continua tendo que se adaptar aos novos horários. Desde que os rodoviários entraram em greve, a circulação dos coletivos são com os horários de domingos e feriados.

Porém, uma reunião na última segunda-feira no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em Porto Alegre, pode mudar esse cenário. O encontro entre a categoria e os empresários, discutiu as condições de trabalho e o cumprimento dos horários estabelecidos. Um dos objetivos é que os horários de sábado comecem a ser praticados.

Conforme o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano do Vale dos Sinos (Setup), mais de 90% dos motoristas e cobradores das viações Futura, Hamburguesa e Courocap compareceram nas empresas para reassumirem o trabalho. Por isso, a decisão de mudar os horários, de acordo com o TRT, está creditada ao retorno espontâneo da categoria.

A mediação sobre as demandas da categoria, como as questões de reajustes salariais, o corte do quinquênio, o acúmulo da função de cobrador, alterações no plano de saúde e no adiantamento de pagamentos, serão debatidas em mediação agendada para quarta-feira (15), às 17 horas.

Desde o último sábado (11), 40% da frota de ônibus circula na cidade. Caso haja mudanças nos horários, e passe a vigorar a tabela de sábado, o número de coletivos pode chegar a 60%.