Reprodução

Da redação | Em nota, a Trensurb informou, por meio do setor de comunicação da empresa, que o funcionário Carlos Ivan Ribas era técnico industrial e atuava no Setor de Via Permanente (SEVIP) da concessionária. Ele morreu após ser atingido por um trem, na tarde desta segunda-feira (7), durante inspeção de rotina, por volta de 14h30.

Leia a nota:

É com pesar que a Trensurb comunica o falecimento do técnico industrial Carlos Ivan Ribas, do Setor de Via Permanente da empresa, na tarde desta segunda-feira (7).

O empregado realizava inspeção de rotina na via quando, por volta das 14h30, foi acidentalmente atingido por um trem que circulava pela linha metroviária.

A empresa aguarda o resultado da perícia e, neste momento, se solidariza e coloca-se à disposição para dar suporte aos familiares do empregado falecido.

Devido ao acidente e aos procedimentos decorrentes, incluindo a realização de perícia por parte das autoridades, os trens circularam em ambos os sentidos por via única, das 14h30 às 18h30, no trecho que compreende as estações Aeroporto, Anchieta e Niterói, com intervalos de 15 minutos entre viagens.

Mais cedo, o Sindicato dos Metroviários do Rio Grande do Sul (Sindimetrô/RS) divulgou nota por meio do Facebook lamentando o ocorrido.

A Trensurb informou por meio do Twitter que a via foi liberada e a operação está sendo normalizada. Gradualmente, a circulação dos trens deve estar totalmente de acordo com a tabela horária regular.