Foto: Derli Colomo Jr./Prefeitura de Canoas

Da redação* | Com o objetivo de coibir os maus-tratos aos animais, a Prefeitura de Canoas realizou mais uma Blitz Proteção Animal, que tem a finalidade de abordar carroceiros e verificar o estado de saúde do equino. Na tarde da última sexta-feira (25), a ação aconteceu no bairro Harmonia e contou com a participação do prefeito Luiz Carlos Busato.

Na ocasião, seis cavalos foram examinados e, após avaliação da veterinária do Centro de Bem-Estar Animal (CBEA), ficou constatado que não apresentavam maus-tratos e, por isso, não foram recolhidos. Os animais foram chipados para que a equipe do CBEA consiga realizar um acompanhamento posterior. Já os proprietários foram inseridos no banco de dados do aplicativo Canoas Sem Carroças para monitoramento dos agentes de trânsito. Em três operações, 23 equinos já foram examinados e chipados.

A intensificação das ações é um pedido do prefeito, Luiz Carlos Busato, que tem acompanhado pessoalmente todos os casos e declarou tolerância zero com maus-tratos de animais em Canoas. Na blitz de sexta-feira, Busato conversou com os carroceiros, que se comprometeram a não utilizar os animais para puxar cargas pesadas. Foi o caso de Alexandre Sampaio Bica, proprietário do cavalo Pé de Pano: “Não vou mais utilizar o cavalo para o trabalho, ele será apenas nosso animal de estimação, já que todos da família são apegados a ele, principalmente as crianças”.

Para o prefeito, realizar essa ação preventiva é de suma importância para evitar que os animais cheguem à situação extrema de fadiga, que pode levar à morte. “Quando recebíamos uma denúncia de um cavalo abandonado, imediatamente, a nossa equipe se deslocava ao local e realizava o resgate. Entretanto, isso não era suficiente para combater os maus-tratos. Por isso, estabelecemos a Blitz Proteção Animal, que será semanal e vai percorrer todos os bairros de Canoas”, destaca Busato.

*Com informações da Prefeitura de Canoas