Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Delegacia de Proteção ao Consumidor, Saúde Pública e da Propriedade Intelectual, Imaterial e Industrial (Decon) interditou um supermercado em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, na última quinta-feira (31). A ação foi realizada com o apoio da Vigilância Sanitária do município.

Foram encontradas diversas irregularidades no estabelecimento. No local, havia produtos expostos à venda sem procedência e em condições impróprias para o consumo. Além disso, alguns alimentos estavam com o prazo de validade vencidos. Algumas carnes estavam com as características alteradas.

Segundo o delegado Joel Wagner, não houve prisão em flagrante, porém o dono do estabelecimento poderá ser responsabilizado criminalmente pela prática, em tese, do delito contra as relações de consumo.