Azul segue marcando novos coletivos de maior performance. Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Da redação | O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, é quem vai decidir se o preço da passagem dos ônibus da Sogal sobe ou não para R$ 4,60. O valor foi recomendado pelo Conselho Municipal de Transportes no fim do mês passado, e é menor do que o apresentado ao grupo pela Secretaria de Transportes e Mobilidade, de R$ 4,65. Já a Sogal havia pedido R$ 4,76.

Os principais fatores para o pedido de reajuste estão a queda no número de passageiros pagantes, a compra dos ônibus que renovaram a frota em 2018 e os custos dos insumos para manter a operação que vão desde a folha de pagamento até peças para a manutenção dos veículos.

A última alteração no valor da tarifa cobrada pela Sogal foi em março de 2018. Na época, o valor passou de R$ 3,75 para os atuais R$ 4,20.

O contrato do Município com a Sogal havia sido prorrogado em outubro do ano passado, em resposta à necessidade de mais tempo para lançar uma nova licitação e efetivar a extinção do acordo com a Aeromóvel.