Foto: Simers/Divulgação

Foto: Divulgação/ Simers

Da redação | O agente Alexandre Machado, do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil, está se recuperando no Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC). Ele foi atingido durante uma operação que resultou na morte de seu colega no Denarc, o escrição Edler Gomes dos Santos, 54 anos, na manhã da última terça-feira, em Montenegro.

Machado inicialmente foi internado em uma unidade de saúde no município do Vale do Caí. Posteriormente, ele foi transferido ao Gracinha. O autor dos disparos que atingiram os policiais civis, Claudio Roberto Nardi, 59, morreu em confronto com outros agentes. A operação buscava combater em mais de 30 cidades gaúchas crimes rurais, entre os quais, abigeato, crime pelo qual Nardi era investigado na região.

Assista:
Sirenaço marca homenagem a policial civil morto em operação

O agente do Denarc saiu do coma induzido. Embora ainda sedado, Machado já interage. Ele passou por uma endoscopia, tendo em vista a contaminação em razão dos resquícios do tiro disparado pelo criminoso. “Está progredindo”, relatou um colega.