FOTO: Simers/Divulgação

Da redação | As investigações acerca de um caso que chocou a comunidade de Gravataí, na semana passada, tiveram um desdobramento nesta segunda-feira (29). Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ouviram o depoimento de Luis Vanderlei Silva da Silva, 44 anos, apontado como principal suspeito de matar a própria mãe, Maria Petronilha Alves da Silva, 75, que foi encontrada sem vida dentro de casa, na manhã da última quinta-feira (25).

Luis confirmou a suspeita dos policiais. “Ele confessou ter matado a própria mãe”, revelou o delegado Eduardo Amaral. A Polícia Civil ouvirá mais pessoas, mesmo que a autoria esteja atrelada à confissão do filho da vítima.

O autor confesso segue internado no Hospital Padre Jeremias, em Cachoeirinha. Foi nessa cidade que Luis foi encontrado por PMs, ainda na noite de quarta-feira (24), depois de ter esfaqueado a mãe. Ele vagava pela Av. Flores da Cunha em estado de surto e se jogava em carros. Após ser encaminhado à UPA Jardim do Bosque, onde passou a noite e madrugada, na manhã do dia seguinte os brigadianos o detiveram como suspeito do crime.

O criminoso seguirá sendo medicado no hospital, enquanto que a polícia aguarda a realização de um laudo para verificar se poderá pedir a prisão. Se for constatado transtorno mental, ele deverá permanecer solto.