Foto: GBC/ Reprodução/ Ilustrativa

Foto: GBC/Ilustrativa

Da redação | O homem acusado de matar o irmão, no bairro Guajuviras, em Canoas, se apresentou à Polícia Civil na última segunda-feira (19). Ele foi até a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Para os policiais, o homem relatou que agiu em legítima defesa. A vítima, Adalberto Rosa da Silva de 40 anos, era usuário de drogas. Antes de morrer, ele chegou a agredir os pais em busca de dinheiro para comprar entorpecentes.

Na noite do crime em 9 de agosto, o homem mais uma vez foi até o local querendo dinheiro. Porém, os pais decidiram não abrir a porta e Adalberto foi ficando violento. Ambos discutiram e o acusado atirou três vezes contra ele.

O homem foi ouvido e liberado. Por enquanto, ele vai responder o processo em liberdade.