Foto: Brigada Militar/Divulgação

Da redação | O policiamento segue reforçado no Mathias Velho e em outros bairros de Canoas, na Região Metropolitana, nesta quarta-feira (28). A ação é uma resposta ao ataque da última terça-feira (27), onde criminosos atearam fogo em um ônibus da Vicasa que estava no terminal de integração da estação. O caso já está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Os policiais militares estão realizando abordagens nos quatro quadrantes do município. “Estamos fazendo ações para que esse caso isolado não venha acontecer novamente”, enfatiza o Tenente-Coronel Jorge Dirceu Filho.

Provas ainda estão sendo coletadas. Os policiais estão atrás de câmeras de segurança que possam identificar os acusados. A motivação para o crime ainda é desconhecida. “Estamos dando uma reposta para a comunidade de que a Brigada Militar está presente e que não existe uma guerra da criminalidade. Vamos dar essa reposta para que a população siga sua vida normal e saiba que a BM está presente”, finaliza o comandante do 15° BPM.

Investigação

Imagens de câmeras de segurança da região estão sendo analisadas para acompanhar o caminho feito pelos criminosos na chegada e durante a fuga do local. Os investigadores aguardam os laudos do Instituto Geral de Perícias para concluir como começou o fogo.

Os criminosos que são suspeitos de terem participado do ataque já foram identificados pela Polícia Civil. A hipótese da investigação é que o crime tenha sido praticado por até cinco criminosos.

A motivação do crime ainda é desconhecida. Conforme apurado por Agência GBC, durante a madrugada, o caso poderia ter relação com o tráfico de drogas.