Foto: Reprodução

A Polícia Civil esclareceu em menos de 48 horas o caso envolvendo o abandono do corpo de um bebê em um contêiner de lixo, na rua Doutor Barcelos, no Centro de Canoas. O crime chocou a comunidade, sendo o terceiro caso de abandono de recém-nascido em 2020. A mãe da criança foi presa por homicídio e disse em depoimento que não sabia da gravidez.

Para conseguir encontrar a mulher, os investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) analisaram mais de 50 câmeras de segurança, que mostram o trajeto dela saindo de casa, no bairro Harmonia, até a lixeira, onde a criança foi deixada.

A criança foi encontrada por um papeleiro, que pediu ajuda em um estabelecimento nas proximidades. A menina estava enrolada em roupas femininas, ainda com o cordão umbilical e com um algodão na boca. De acordo com o delegado Pablo Rocha, que atendeu a ocorrência, o bebê estava morto há menos de 24 horas.