O Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) encaminhou ao Ministério Público (MP) nesta quarta-feira (08) duas denúncias que apontam o exercício ilegal da profissão de médico veterinário no Rio Grande do Sul.

Em nota, a entidade informou que um dos casos ocorreu em Canoas. Procurado pela reportagem, o CRMV comunicou que a irregularidade foi constada na atividade de uma pessoa, não habilitada e sem formação para praticar clínica veterinária. Diante disso, o Conselho encaminhou a denúncia ao MP, que é o órgão responsável pelo andamento do processo.

Houve um caso em Dom Pedrito, sendo que a fiscalização do CRMV entrou em contato com o denunciado e lavrou Termo de Constatação, orientando-o a respeito das irregularidades.

O Conselho reforçou que serviços veterinários prestados por pessoas sem habilitação em Medicina Veterinária não devem ser considerados comuns e que segue encaminhando qualquer denúncia apresentada aos órgãos competentes para as medidas cabíveis. A denúncia pode ser feita no link https://www.crmvrs.gov.br/denuncia.php.