Foto: Jaime Zanatta/ GBC

No ranking das 10 maiores reduções de homicídio no semestre, as sete primeiras posições e a décima estão ocupadas por municípios priorizados pelo RS Seguro até junho. Na lista, a cidade de Canoas é a quarta colocada, com 14 vítimas a menos do que em relação ao primeiro semestre do ano passado. Nos seis primeiros meses de 2020, foram 25 homicídios, contra 39 no mesmo período de 2019. As informações foram divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) nesta quinta-feira (09).

De acordo com a delegada Vanessa Pitrez, diretora do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil, a redução dos homicídios em junho reflete a intensificação do trabalho integrado entre as forças de segurança da SSP em áreas conflagradas, o que possibilitou ampliar as prisões de suspeitos de assassinato.

Foi essa intensificação do trabalho integrado das polícias que permitiu zerar os casos de homicídio em alguns dos mais populosos municípios do Estado em junho. Canoas, Pelotas e Gravataí – terceira, quarta e sexta cidades no ranking de habitantes do RS, conforme a estimativa populacional do IBGE – encerram o sexto mês do ano sem nenhum registro de assassinato. Novo Hamburgo, sétimo município em número de moradores, teve apenas um caso.

Canoas esteve mais segura no primeiro semestre

Em entrevista para a Agência GBC, o comandante do 15º BPM, tenente-coronel Jorge Dirceu Filho, repercutiu a queda do número de homicídios. Canoas registrou tinha uma taxa de 15.5 casos para cada 100 mil habitantes em 2019, depois de manter uma média de 41.5 casos. Na primeira metade de 2020, porém, o mesmo índice caiu para 7.8.

O comandante lembrou que a média global definida pela Organização das Nações Unidas (ONU) é de 6.1, o que deixa Canoas ainda mais próxima de obter, até o fim do ano, resultados mais otimistas. “Se mantivermos o trabalho integrado, nos reinventando a cada dia e fator novo que se apresente, acreditamos na conquista de um nível mais baixo do que a média da ONU. Esse é o nosso objetivo”, pontua o comandante.