Foto: Prefeitura de São Leopoldo/Divulgação

O hipermercado Bourbon de São Leopoldo, no Vale do Sinos, foi interditado na tarde desta sexta-feira (17) durante uma fiscalização da prefeitura. Dois trabalhadores testaram positivo para o coronavírus, o que, segundo o Executivo municipal, configura um surto.

Segundo a prefeitura, o estabelecimento precisa agora apresentar agora protocolo e plano de contingência antes da reabertura. Todos os funcionários devem ser testados.

Essa é a segunda vez que o hipermercado é interditado durante a pandemia. Em maio, ele não cumpriu um decreto municipal e, segundo a prefeitura, havia trabalhadores sem máscaras e excesso de clientes.

O Grupo Zaffari encaminhou a seguinte nota:

“O fechamento da unidade se deu após dois colaboradores da loja, que já se encontravam afastados de suas atividades, terem testado positivo para a COVID-19. Desta forma, a empresa está seguindo o Decreto Municipal N° 9.560 da Prefeitura Municipal de São Leopoldo, que determina o fechamento de empresas após a ocorrência de dois ou mais casos da doença entre seus colaboradores.

A empresa informa que manterá contato com as autoridades no sentido de restabelecer o funcionamento da unidade o mais breve possível; reforça que segue todas as orientações e protocolos dos órgãos públicos de saúde, e que continua tomando todas providências possíveis no objetivo de zelar pelos seus fornecedores, colaboradores e clientes”