Dois supermercados de Canoas foram denunciados nesta segunda-feira (8) no primeiro dia do decreto que proíbe a venda de produtos que não são essenciais. Um deles, no bairro São Luís, chegou a ser vistoriado pelos agentes da Guarda Municipal, mas nada que configurasse infração, foi encontrado.

Já no bairro Marechal Rondon, outro supermercado foi denunciado para o 153 por estar vendendo flores. Conforme a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, havia uma exceção para que esse tipo de produto seguisse sendo vendido até às 23h59 desta segunda, por causa do Dia Internacional da Mulher. Amanhã (9), ele já não poderá mais estar exposto para a comercialização.

Além dos dois supermercados, mais 17 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados. Os agentes da GM, em parceria com a Brigada Militar (BM) e órgãos da prefeitura, averiguaram denuncias de comerciantes que estavam desrespeitando o decreto da bandeira preta.