Foto: Reprodução

O caminhoneiro que passou por cima do motorista de aplicativo, Otávio Frota Júnior de 46 anos, se apresentou no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de São Leopoldo. Ambos discutiram na ERS-240, após o caminhoneiro colidir na traseira do Toyota Ethios conduzido pela vítima na manhã desta terça-feira (6).

Por causa da lei de Abuso de Autoridade, o homem de 30 anos, não teve o nome divulgado. Ele está sendo escutado pelos agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de São Leopoldo.

Leia mais notícias de polícia

Entenda o caso

De acordo com informações do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), Frotinha como era conhecido, estava parado para fazer o retorno da rodovia quando o caminhão colidiu na traseira do Toyota Etios. Ele desceu do carro e ambos começaram a brigar. Otávio se dependurou no veículo de carga. Nesse momento, o caminhoneiro arrancou e passou por cima dele, que morreu no local.