Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Uma mulher de Santa Catarina forjou invasão na escola em que trabalha, em Massaranduba, na noite desta segunda-feira (17). Ela chegou a se cortar na costela e na perna esquerda para dar autenticidade a história.

Leia mais notícias de POLÍCIA

A ocorrência, por volta das 19h40, dava conta de que um homem invadiu a Escola Estadual Básica General Rondon para roubar uma bicicleta. Flagrado pela funcionária enquanto levava o lixo para a rua, ele teria fugido pelos fundos depois de agredir ela com facas.

A polícia, porém, desconfiou da versão com incoerências e não visualizou nenhuma das cenas relatadas nas câmeras de segurança. A mulher, de 52 anos, que não teve a identidade divulgada, confessou estar mentido.

Abalada com a morte de três crianças e duas professoras no município de Saudades, também em Santa Catarina, o objetivo era chamar a atenção das autoridades para reforçarem a segurança das escolas.

Ela agora responde por falsa comunicação de crime.