Divulgação/ SEFAZ

Foto: Divulgação/ Sefaz

Da redação* | O calendário do IPVA 2018 ingressa na sua última etapa a partir desta segunda-feira (2). Os proprietários de veículos que até agora não pagaram o imposto precisam ficar atentos para os prazos de quitação conforme o número final da placa. Segunda-feira é a data-limite para placas com final 1, ao passo que o vencimento dos números seguintes ocorre sempre a cada dois dias úteis ao longo do mês de abril.

Dessa maneira, na quarta-feira (4), vencerá o prazo para veículos com final 2; e, na sexta-feira (6), é a última oportunidade para a numeração que termina em 3.

23131617_1471858_GDOO calendário de pagamento antecipado com descontos terminou na última quinta-feira (29), assim como para a terceira e última parcela para os motoristas que fizeram a opção de parcelar o tributo.

Para a etapa final, seguem valendo as vantagens do Bom Motorista e do Bom Cidadão. Os condutores que não receberam multas nos últimos três anos terão dedução de 15%. Para quem não foi multado há dois anos, o índice é de 10%. E quem ficou um ano sem infrações, o abatimento é de 5%.

O desconto do Bom Cidadão, por sua vez, dá aos proprietários de veículos que acumularam no mínimo 100 notas fiscais no programa Nota Fiscal Gaúcha mais 5% de desconto.

Multas

O proprietário que for flagrado nas barreiras com IPVA atrasado terá custos que vão além de colocar em dia o imposto. Após vencimento, a multa pelo atraso é de 0,334% ao dia, com limite máximo de 20%, mais a variação da taxa Selic.

Estar com o imposto em dia é um dos requisitos para licenciar o veículo. Transitar sem o Certificado de Registro e de Licenciamento de Veículo (CRVL) é infração gravíssima (art. 230, V, do Código de Trânsito Brasileiro), com risco de multa de R$ 293,47 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além disso, há custos pelos serviços de guincho e depósito do Detran RS.

*Com informações da Sefaz