FOTO: Redes Sociais/Reprodução

Da redação | Natalício Ruan da Silva Soares foi preso na manhã desta quinta-feira (18) depois se apresentar a polícia, em Gravataí, na Região Metropolitana. Ele estava foragido depois de ter sido indiciado pela morte de Raphael Silva da Rosa, seu enteado, que deu entrada já sem vida no Pronto Atendimento em 24 de setembro.

Durante uma conversa inicial com os agentes, ele informou que estava morando na rua desde a morte da criança, mas negou qualquer envolvimento no fato.

Outra prisão

A companheira de Natalício já está presa desde a última sexta-feira (12). Ela estava na casa do pai, em Bento Gonçalves e também estava foragida. Ela também foi indiciada por ter asfixiado o filho até a morte.

OLHA ESSA | Depois de matar filho em Gravataí e ser presa, mulher é agredida dentro do presídio

Investigação

Agora, a polícia está aguardando o laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP) para concluir o inquérito. Os investigadores quem saber como o crime foi executado e se houve a utilização de objetos, já que foi descartada a hipótese que eles tenham usado as mãos para asfixiar a criança.