Foto: Atmosfera Online/Reprodução

Da redação | Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado pela Polícia Civil dentro de uma mala, na última sexta-feira (11), em Erechim. A mala estava em um terreno baldio de uma rua movimentada do município.

Conforme o titular da Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), delegado Gustavo Ceccon, não foi possível identificar a vítima por conta das condições em que o cadáver se encontrava. “Só tem praticamente os ossos, está difícil de fazer um reconhecimento”, justificou.

Existe a suspeita de que o corpo seja de uma moradora de Erechim, cujo desaparecimento foi relatado à polícia há uma semana. Familiares informaram que a mulher não era vista há quatro meses. “A princípio, pode ser ela, pelo tempo que está desaparecida”, afirmou o delegado

O crime também pode ter relação com o tráfico de drogas. Não há câmeras de segurança perto do local. Populares disseram à polícia que não viram nenhuma movimentação estranha.

O delegado não atesta que o corpo foi esquartejado, a confirmação ainda depende do laudo da perícia. O corpo foi encaminhado para Passo Fundo, onde passará por necropsia. Ceccon, que ficará responsável pela investigação do caso, também afirma que um exame de DNA será feito.