Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Da redação | O cobrador de ônibus, Osmar da Rosa de 59 anos, segue internado no Hospital de Pronto Socorro (HPSC), em Canoas. Ele inalou fumaça durante o incêndio a um coletivo da Vicasa no dia 27 de agosto.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Osmar trabalha há 35 anos como cobrador da Vicasa. Porém, no momento do ataque, ele não estava atuando.

Segundo o último boletim médico divulgado pela Prefeitura, ele teve melhora no quadro de saúde. Saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e está no quarto.

Na última sexta-feira (6), Deborah Barbosa, 30 anos, teve alta do Hospital Universitário (HU). Grávida, ela se jogou do ônibus em chamas e passou 10 dias sob cuidados hospitalares. Ela chegou a ter uma piora no quadro de saúde e ser encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), mas foi transferida novamente ao HU.

O crime

Testemunhas relataram que quatro criminosos, encapuzados, chegaram em um Palio de cor branca. Carregando combustível em garrafas, os homens entraram e jogaram o líquido inflamável no ônibus, que estava no terminal da Estação Mathias Velho.

Na sequência, eles teriam mandado os ocupantes do coletivo saírem do veículo – um modelo articulado, que fazia a Linha Integração Mathias Velho.

O incêndio foi controlado pelo Corpo de Bombeiros Militar. As chamas também danificaram a parada de ônibus e chamuscaram algumas áreas nas proximidades.

Desde então, uma caça desenfreada aos criminosos foi desenvolvida pela polícia. Duas pessoas já foram presas.

Na segunda-feira (02), um homem de 23 anos foi encontrado em uma residência no bairro Igara. No sábado (31), foi capturado no bairro Rio Branco o responsável pelo fogo.

Leia mais:

Busato parabeniza as polícias Civil e Militar por prenderem criminoso que botou fogo em ônibus

Quem é o criminoso que colocou fogo no ônibus da Vicasa

Criminoso que ateou fogo em ônibus da Vicasa agradeceu pela prisãoFacebookTwitterEmailWhatsApp