Foto: Ulbra/ Divulgação

Foto: Ulbra/Divulgação

Da redação | Três escolas da Rede Ulbra de Educação que tiveram o fechamento anunciado para o próximo 31 de dezembro de 2019, devem seguir abertas. As unidades Ulbra Paz e São Marcos, de Canoas, e o Colégio Ulbra São Mateus, de Cachoeirinha, foram adquiridas pela Rede Romano.

Na época, a Aelbra que é a mantenedora da Ulbra, decidiu fechar as escolas e creditou isso a um Plano de Reestruturação. Porém, mesmo com o fechamento anunciado, a associação seguiu buscando alternativas. Como alguns grupos se interessaram, a saída encontrada foi um leilão judicial.

Essa compra ainda precisa ser homologada. Juntas, as escolas tem 599 alunos e empregam 88 pessoas, entre professores e funcionários.

1. Escola Fundamental Ulbra Paz (Canoas/RS)
283 alunos
28 funcionários, incluindo professores

2. Escola Fundamental Ulbra São Marcos (Canoas/RS) 
154 alunos
26 funcionários

3. Colégio Ulbra São Mateus (Cachoeirinha/RS)
162 alunos
34 funcionários

O Colégio Ulbra Concórdia Manaus (Manaus/AM) não foi vendido e, por enquanto, está mantida a decisão de fechá-lo. 

Pedido de recuperação

A Aelbra ajuizou um recurso para autorização da recuperação judicial. A ação tenta reverter à decisão do juiz Marcelo Lesche Tonet, da 4ª Vara Cível da Comarca de Canoas, que indeferiu o pedido. Agora, o Tribunal de Justiça vai avaliar o caso.

No texto do recurso, a instituição reforça que a recuperação judicial não beneficiará não apenas a Ulbra, mas também os credores. Argumenta que o mecanismo, usado para evitar a falência de empresas, permitirá a quitação das dívidas de forma mais organizada, segura e viável.  

pedido de recuperação judicial da Ulbra foi ajuizado inicialmente no dia 6 de maio. A solicitação englobava dívidas financeiras, com fornecedores e trabalhadores. O montante chega a R$ 2,4 bilhões. Outros R$ 5,8 bilhões são as dívidas tributárias, fazendo com que o endividamento total da empresa supere R$ 8,2 bilhões.  

Como começou a crise?

De acordo com a administração da Ulbra, os problemas começaram com investimentos superiores a R$ 1 bilhão que não foram feitos em educação e acabaram não gerando retorno. As dívidas ultrapassaram, por exemplo, a capacidade de pagamento que a universidade tinha.

Em um dos capítulos da crise, está o afastamento do então reitor, em 2008, Ruben Becker, que em 2018 foi condenado por lavagem de dinheiro.

Serviços oferecidos pela Ulbra na educação

A Rede Ulbra de Educação tem 42.813 alunos no Brasil, divididos nas categorias de Ensino Superior, Educação a Distância e Educação Básica. No Rio Grande do Sul, são 25.068 alunos.

São oferecidos 92 cursos de Ensino Superior. No Sul, há nove campi, em Cachoeira do Sul, Canoas, Carazinho, Gravataí, Guaíba, Porto Alegre, Santa Maria, São Jerônimo e Torres. As outras operações ficam em Itumbiara (GO), Manaus (AM), Palmas (TO) e Santarém (PA).

Na Educação Básica, são seis colégios e três escolas em municípios do Rio Grande do Sul. No Norte e no Centro-Oeste do país, há outros seis colégios da Rede Ulbra.