Foto: Brigada Militar/ Ilustrativa

O Núcleo de Inteligência do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (NIJ) publicou na última sexta-feira (13) um informativo contendo orientações aos servidores em greve devido ao pacote do governador Eduardo Leite.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Segundo o documento, restou decidido, após a negativa do governo de flexibilização do projeto das carreiras dos servidores da segurança pública, que os agentes da Polícia Civil devem manter somente 30% do efetivo a partir desta segunda-feira (16).

Nesse aspecto, a orientação é também manter as viaturas nas garagens, suspender o cumprimento de mandados, entrega de intimações, oitivas e remessas de inquéritos ao Poder Judiciário. Por outro lado, deve-se somente registrar ocorrências de maior potencial ofensivo.

Em relação à Brigada Militar, ficou decidido a realização de operação-padrão, somente empregando os policiais militares no policiamento ostensivo se forem disponibilizados coletes balísticos dentro da validade e viaturas em situação adequada.

O ofício também atenta para o movimento de familiares dos PMs e dos aposentados, que foram convocados para fechar a frente dos quartéis para evitar a saída de brigadianos para o policiamento ostensivo.

Por fim, o informativo do NIJ tece algumas recomendações, tendo em vista a redução de atividades e o possível aumento de criminalidade, notadamente quanto ao roubo a veículos e pedestres. São elas:

  • Evitar sair à noite;
  • Ao estacionar, não permaneça no interior do veículo;
  • Ao aproximar-se de sua residência, verifique se está sendo seguido ou se há suspeitos nas proximidades. Se desconfiar siga em frente e acione a Brigada Militar;
  • Antes de descer ou embarcar no seu veículo, observe se há presença de pessoas ou veículos suspeitos;
  • Altere sua rotina de horários e itinerários.