Foto: Jaime Zanatta/GBC

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Canoas (Sitrocan), Marcelo Nunes, afirmou na tarde desta quinta-feira (14) que o plano de saúde da categoria foi restabelecido.

A informação foi repassada aos funcionários após aproximadamente 2 horas e 15 minutos de audiência por videoconferência, coordenada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, com participação da entidade sindical, Sogal e do Centro Clínico Gaúcho.

Segundo o sindicato, a categoria havia conseguido na Justiça uma determinação para que a concessionária pagasse o benefício, que não havia sido pago pela concessionária por falta de recursos. Como não houve a quitação por parte da empresa, os colaboradores reagiram.

Por iniciativa da própria, a categoria deixou de circular com os ônibus por cerca de três horas na última segunda-feira (11), afetando o serviço na cidade.

Na semana passada, Agência GBC havia adiantado o interesse da categoria de cruzar os braços caso a empresa não tomasse uma decisão quanto ao pagamento.