Foto: JL Balestrin/GBC

Centenas de passageiros aguardam nas paradas de ônibus do Centro de Canoas. Desde às 9h da manhã desta segunda-feira (21) nenhum coletivo da Sogal está circulando.

Os rodoviários cruzaram os braços. A categoria reivindica o pagamento do 13° salário, férias, horas extras, pensões e tickets. Desde janeiro, alguns pagamentos estão atrasados. “O trabalhador só quer um pouco de dignidade, para ter um Natal melhor com sua família e poder colocar um peru na mesa para seus filhos”, afirma o presidente do sindicato dos rodoviários Marcelo Nunes.

Nas paradas, usuários reclamam da falta de ônibus. “Estou aqui esperando o ônibus e não passa nada”, comentou o aposentado Vanderlei Rocha Godoy. Para os usuários, o sindicato dos rodoviários informou que serão liberados, a cada 2 horas, um coletivo por bairro.

Caso não haja contraproposta da empresa, os rodoviários devem impedir a circulação dos coletivos a partir de quarta-feira (23). Procurada, a Sogal não atendeu as ligações.