CANOAS | "Emílio foi demitido por incompetência", diz Nedy: o rebote da crise | Agência GBC
29.9 C
Canoas
29 de janeiro de 2023

RODRIGO BECKER

Rodrigo Becker é jornalista e escreve sobre política, negócios e cidade diariamente neste espaço.

CANOAS | “Emílio foi demitido por incompetência”, diz Nedy: o rebote da crise

Prefeito em exercício elogiou o 'vereador Emílio', mas não poupou críticas ao 'secretário Emílio': "gostava bastante de conversar no corredor ou do lado do prédio da CICS"

Nedy de Vargas Marques não se esconde. Apontado mais cedo nesta quarta-feira, 25, pelo ex-secretário Emílio Neto como “arrogante” e “o homem da canoa furada”, o prefeito em exercício respondeu sem cerimônias. “Emílio foi demitido por ser incompetente”, disse, para em seguida ‘amaciar’, por assim dizer. “Tenho muito respeito pelo vereador Emílio, pelo homem de família que ele é, um homem de bem. Mas no governo, foi incompetente”.

LEIA TAMBÉM

Emílio sem papas na língua: “Nedy é o homem da canoa furada”; a catabática crise que abre 2023

O prefeito não vê crise na reação do ex-colaborador e sua atitude de ataque. “Ele deve estar magoado por ter saído do governo, eu entendo isso como normal.” Mas foi além. “Emílio gostava mesmo era de ficar caminhando no pátio, conversando nos corredores ou lá no espaço entre a Cultura e o prédio da CICS com aquele ex-chefe de gabinete que eu também demiti”.

Insistindo no tema da incompetência, o prefeito lembrou o episódio das emendas impositivas, levantadas na sessão da Câmara, pela manhã. A atribuição cabia à secretaria cujo comando estava nas mãos de Emílio. “Quem tinha que tratar sobre isso era ele. Conversava com os vereadores, voltava e vinha com problemas de novo”.

“Eu soube que ele falou sobre o projeto do recurso para os agentes de saúde. Isso não tem cabimento. Quem é que tinha que fazer esse projeto? Não era a Secretaria de Relações Institucionais?”, questionou Nedy. “Ele não fez, foi incompetente, e agora está acusando o governo?”. Antes do final da conversa, o prefeito garantiu que a altercação com Emílio não afeta a relação com o PT enquanto aliados de governo. “Ainda na terça estive no zoológico de Canoas com com o secretário Paulo Ritter, do PT, e seu adjunto, Victor Labes. Nossa relação, inclusive com outros petistas, é muito boa”, completou.

Essa ‘marola’ entre Nedy e Emílio tem tudo para agitar os mares do ano político de 2023. Com a retomada das sessões em fevereiro, a tendência é que a oposição ganhe um vereador articulado e que gosta da tribuna para contestar o governo. Curiosamente, quando Emílio tomou a palavra para exercer com as vestes de líder da oposição, quem fez as vezes de líder do governo não foi Jefferson Otto (PSD), o titular da missão, mas Juares Hoy (PTB). A estratégia Nedy de ter 21 na base aliada provavelmente fez água, mas se perdeu um, ganhou outro.

Mais Lidas

ÚLTIMAS DE RODRIGO BECKER

CANOAS | Diretoria da Trensurb deve ser trocada no final de fevereiro: canoense segue...

Articulações políticas que põe Nelsinho Metalúrgico no comando da empresa que administra o metrô estão em curso desde o final do ano passado e ainda devem avançar nas próximas semanas

CANOAS | “Emílio foi demitido por incompetência”, diz Nedy: o rebote da crise

Prefeito em exercício elogiou o 'vereador Emílio', mas não poupou críticas ao 'secretário Emílio': "gostava bastante de conversar no corredor ou do lado do prédio da CICS"

CANOAS | Emílio sem papas na língua: “Nedy é o homem da canoa furada”;...

Ex-secretário foi o primeiro vereador a se pronunciar na sessão extraordinária desta quarta-feira e disparou um 'míssel terra-ar' na estabilidade política da aldeia

CANOAS | Câmara aprova reposição para servidores

Primeira parcela do aumento já deve ser paga na folha do mês de janeiro

CANOAS | “O Republicanos tem um foco”, diz Beth Colombo – e não é...

A 'dama nº 1' do Republicanos em Canoas diz que meta do partido para 2024 é ampliar a bancada, sem antecipar discussão sobre sucessão
error: Conteúdo protegido!