Prefeitura de Sapucaia do Sul/ Divulgação

Foto: Prefeitura de Sapucaia do Sul/ Divulgação

Da redação | A Prefeitura de Sapucaia do Sul repassou R$ 4,6 milhões para o Hospital Getúlio Vargas em fevereiro. Porém, por conta da crise financeira, o hospital segue com o 13º salário dos servidores atrasados. Conforme a administração municipal, a dívida do Estado com a instituição de saúde é de R$ 13,6 milhões, referentes à competência dos meses de setembro a dezembro de 2018.

Estamos fazendo um esforço muito grande para repassar recursos para o Getúlio Vargas, mas se o Estado não cumprir com a sua parte e pagar os mais de R$ 13 milhões que deve, vai ficar difícil para garantirmos o pleno funcionamento do Hospital”, enfatizou o prefeito Dr. Luis Rogério Link.

Na busca por soluções, o prefeito encaminhou nesta quarta-feira um ofício ao gabinete do governador, Eduardo Leite, solicitando uma audiência.

Precisamos unir esforços, pois quem mais perde com a falta de repasses do Estado é a população que precisa do atendimento do Sistema Único de Saúde. Esperamos que o governador seja sensível com a situação de nosso município”, afirmou Link.