Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) decretou na última sexta-feira (13), a prisão preventiva do homem suspeito de matar o filho de três anos. O crime ocorreu dentro da casa da família no bairro Lami, em Porto Alegre.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O homem está foragido. Conforme o delegado Rodrigo Garcia, que está investigando o caso, o acusado deixou claro a motivação do crime em áudios que foram encaminhados para a esposa – mãe da criança –. “Ele disse que estava cansado de ser traído”, contou o policial. Em uma das mensagem, o foragido ainda disse que cometeria suicídio.

De acordo com a Polícia Civil, a criança morava com os pais, mas a mãe não estava na residência no momento do crime. “A perícia constatou que ele deve ter deslizado a faca, ferimento cortante, por cerca de oito vezes”, afirma o delegado Leandro Bodoia, que atendeu a ocorrência.

O homem ainda não foi encontrado. A polícia faz buscas na região.