Foto: Jaime Zanatta/GBC

Durante a solenidade de inauguração do presídio de Sapucaia do Sul, o governador Eduardo Leite destacou que sua gestão é marcada pela evolução. “Esse presídio começou a ser construído na gestão anterior e, por justiça, convidei o ex-governador Sartori para inauguração. Ele não pode estar aqui por integrar o grupo de risco. Tradicionalmente, uma nova gestão não dá sequência aos projetos dos governos anteriores, mas nós estamos dando essa evolução.”

O complexo prisional está pronto desde novembro de 2019 e foi orçado em R$ 44 milhões. A obra do presídio foi feita por meio de uma permuta pela Verdi Sistemas Construtivos. Com vaga para 600 presos, inicialmente, o local será utilizado como Centro de Triagem para testes dos presos e isolamento dos detentos contaminados pelo coronavírus.

Durante a solenidade, Leite destacou que sua gestão é marcada pela evolução. “Esse presídio começou a ser construído na gestão anterior e, por justiça, convidei o ex-governador Sartori para inauguração. Ele não pode estar aqui por integrar o grupo de risco. Tradicionalmente, uma nova gestão não dá sequência aos projetos dos governos anteriores, mas nós estamos dando essa evolução.”

Além do presídio, o governador também entregou fuzis e um ônibus para o Grupo de Ações Especiais (Gaes).