Por Bruno Lara

O recado está dado e agora foi reforçado. Depois de protagonizar um debate com o ex-prefeito de Canoas Luiz Carlos Busato (União Brasil) no programa Esfera Pública, da Rádio Guaíba, o líder do governo na Câmara de Vereadores, Jefferson Otto (PSD), resolveu dar mais uma cutucada no assunto.

O parlamentar visitou nesta quarta-feira (22) o pré-candidato ao Governo do Estado Gabriel Souza (MDB). A novidade é um reforço do recado que Otto, sobrinho do prefeito afastado Jairo Jorge (PSD), deu na última semana: “Eduardo Leite (PSDB) comprará guerra com Canoas se escolher Busato como vice”.

Dizendo que falava em nome de muitos parlamentares e lideranças, mas sem citar nomes, Otto disse que estava “mandando um recado” para a política estadual e para o pré-candidato tucano. “Pode ter certeza que ele terá enormes dificuldades de transitar em nossa cidade politicamente”, afirmo na oportunidade.

Leite tentava uma aproximação com o MDB no estado, parte de um acordo nacional entre as duas siglas para que ele deixe o caminho aberto para Simone Tebet (MDB) disputar as eleições contra Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL). A resistência já era grande com as lideranças locais, agora, com a preferência do grupo político ligado a Jairo Jorge (PSD) em jogo, tudo fica ainda mais difícil.

Pouco depois de anunciar a pré-candidatura ao Governo do RS, no dia 13 de junho, Leite foi direto a sede do União Brasil encontrar Busato, presidente estadual da sigla. A especulação é de que o ex-prefeito de Canoas é cotado para ser vice na chapa. “Decidimos que não fecharemos as portas para nenhum partido do mesmo espectro político”, disse Busato.